Projeto Doador do Futuro faz sua primeira visita a uma unidade da Polícia Militar de Goiás

(18/03/2024) O Projeto Doador do Futuro, da Rede Hemo, realizou sua segunda visita de 2024 no dia 12 de março, no Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMG) - Naly Deusdará, localizado no Parque das Laranjeiras. A equipe da Rede Estadual de Serviços Hemoterápicos - Rede Hemo e o mascote Hemoguinho estiveram presentes nessa ação que busca promover a cultura da doação de sangue e conscientizar as futuras gerações sobre a importância desse gesto que pode salvar vidas.

Durante a visita, a enfermeira Vivian Dourado, da Rede Hemo, ministrou uma palestra para os alunos do 6º ano, com idades entre 10 e 14 anos. De forma lúdica, ela demonstrou aos estudantes o processo de processamento do sangue, que resulta em quatro bolsas contendo hemácias, plasma, crio e plaqueta randômica. Vivian reforçou que o objetivo do projeto é incentivar as crianças a se tornarem doadoras quando adultas, de maneira lúdica para que na fase adulta se tornem doadores.

"Falamos com os alunos sobre os critérios para ser um doador de sangue ou um futuro doador. E mesmo que eles não possam ainda doar por conta da idade, conseguimos plantar essa sementinha do bem, para que eles levem essa mensagem para os familiares. Além disso, nossa equipe foi surpreendida de forma positiva, porque os alunos participaram ativamente com perguntas sobre a doação de sangue", ressaltou.

A Tenente Coronel Sônia Santos destacou a importância do projeto para que as crianças saibam que podem salvar vidas e incentivem suas famílias a doarem sangue também. "Os alunos, as crianças e adolescentes, são influenciadores em casa e podem levar essa mensagens para os pais e toda família", declarou.

Sophia Moura, de 11 anos, demonstrou interesse e afirmou que será doadora quando crescer. "Eu consegui tirar algumas dúvidas que eu tinha e achei muito importante a palestra. Além disso, eu acho um ato de amor e uma coisa incrível. Eu serei doadora quando crescer, pode ter certeza!", declarou.

Lara Jeniffer Florencio Dourado, também de 11 anos, ressaltou a importância da doação de sangue para salvar vidas nos hospitais. "É muito importante, acho que todo mundo deveria fazer isso. Eu acho que toda a sociedade deveria ter essas palestras na escola. Muitas vezes, tem muita gente precisa se salva nos hospitais. Por isso, eu acho isso muito importante, não só para a gente, crianças que estão apreendendo, mas também para quem precisa", declarou.

A presença do mascote Hemoguinho marcou o encerramento da ação, sendo recebido com carinho pelos alunos.

Programa Doador do Futuro
O Programa Doador do Futuro foi instituído em 1º de abril de 2022 pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) e faz parte dos Programas Estaduais de Incentivo à Doação de Sangue Voluntária. As atividades pedagógicas visam formar cidadãos conscientes e multiplicadores da cultura da doação de sangue e medula óssea, envolvendo alunos e suas famílias.

Acesso à informação